Blog da Casa
Dança
01 de agosto de 2019, às 13h54min
 
"Pelo Pescoço" é uma instalação cênica com performance em dança de Ana Claudia Viana. É um experimento que desdobra a obra plástica de mesmo nome, que tem como protagonista um personagem antropozoomórfico - cabeça de girafa e corpo de mulher, do artista visual Daniel Torres. O título se refere a dois crimes que ocorreram no estado em menos de 24 horas e foram noticiados juntos em março de 2016. Duas mulheres mortas pelo pescoço: Síntia Nádia, de 25 anos, foi asfixiada em São Gonçalo do Amarante, e Jacilene Francisca, 31 anos, atingida por um tiro em Natal.

Serviço
Pelo Pescoço
Data: 10.08.2019
Horário: 20h
Vendas: sympla.com.br/casadaribeira
Valor: R$ 20 (Antecipado até 07/08)
           R$ 40 (A partir de 08/08)
           R$ 20 (Meia/Clube Amigo da Casa)
Informações: 84 98704-0265

 
(0) Comentário(s)
 
Música
11 de julho de 2019, às 19h38min
 
Show musical do Duo Modulatos Project formado pela cantora portuguesa Laura Rui e pelo guitarrista brasileiro Iury Matias, lançando o disco “Daqui a Você” um diálogo de sonoridades da música brasileira, portuguesa e o Jazz.

Sexta. 26 as 20h.
Vendas: www.sympla.com.br/casadaribeira
Valor: R$ 30
 
(0) Comentário(s)
 
Cultura
18 de junho de 2019, às 12h38min
 
Clube Amigo da Casa apresenta CINE QUEER com a PRÉ-ESTREIA do premiado filme de Arte Queer: “INFERNINHO”, na Sexta-feira (28) a partir das 18h na Casa da Ribeira. O evento celebra os 50 anos de StoneWall, marco zero dos movimentos pelos direitos civis LGBTQ+

SINOPSE

Deusimar (Yuri Yamamoto), é a dona do Inferninho, bar que é um refúgio de sonhos e fantasias. Ela quer deixar tudo para trás e ir embora, para um lugar distante. Jarbas (Démick Lopes), o marinheiro que acaba de chegar, sonha em ancorar e fincar raízes. Um amor começa a nascer entre os dois capaz de mudar tudo, desde suas vidas, ao bar e as pessoas em volta deles.

Veja o trailer:



Serviço
CINEQUEER
Data: 28.06.2019
Ingressos:
www.sympla.com.br/casadaribeira
Valores: R$ 15 (Antecipado)
              Na hora: R$ 30,00 (Inteira) R$ 15 (Meia/Clube Amigo da Casa)
 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
12 de junho de 2019, às 17h16min
 
O espetáculo "Flúvio e o Mar" do Coletivo Atores à Deriva, com texto e direção de Henrique Fontes, vem há 9 anos circulando pelos principais festivais e mostras de Teatro do Brasil (Recife, Garanhuns, Fortaleza, Guaramiranga, Presidente Prudente, feira de santana, entre outros) e já foi visto por mais de 50 mil espectadores.Este musical infanto-juvenil fala sobre as escolhas que fazemos na árdua jornada de crescer na busca da realização. A peça trata também do dilema que vivemos hoje diante da preservação das nossas águas.

Sinopse
: Flúvio é um garoto de nome aquático que mora na pequena cidade de Elmo das Pedras. Um dia ele decide partir em busca do mar. No caminho ele encontra personagens esquisitos e engraçados que irão lhe aconselhar e também lhe desafiar. A busca do mar de Flúvio é uma Jornada de aprendizado e descobertas. Crianças e adolescentes se identificam muito com os dilemas desse herói. Será que Flúvio consegue alcançar seu objetivo? Será que o mar é mesmo um lugar dos sonhos? Embarque com seus filhos nessa aventura!

Ficha Técnica:
Elenco: João Vitor Miranda, Paulo Lima Firmino, Doc Câmara, Alex Cordeiro e Ananda Krishna.
Direção: Henrique Fontes
Classificação: Livre
Ingressos: www.sympla.com.br/teatrocarmin
Valor: R$ 30 (Inteira) R$ 15 (Meia/Clube Amigo da Casa)
 
(0) Comentário(s)
 
Cultura
12 de junho de 2019, às 17h09min
 
Celebrando os 50 anos de StoneWall, marco zero dos movimentos pelos direitos civis LGBTQ+, acontece o “CINE QUEER”, mostra de curtas metragens temáticos com bate-papo com realizadores, música, sorteios, performances e surpresas. Das 18h as 21h.

STONEWALL
A Rebelião de Stonewall foi uma série de manifestações violentas e espontâneas de membros da comunidade LGBT contra uma invasão da polícia de Nova York que aconteceu nas primeiras horas da manhã de 28 de junho de 1969, no bar Stonewall Inn, localizado no bairro de Greenwich Village, em Manhattan, em Nova York, nos Estados Unidos. Esses motins são amplamente considerados como o evento mais importante que levou ao movimento moderno de libertação gay e à luta pelos direitos LGBT no país
 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
30 de maio de 2019, às 02h10min
 
Dramaturgia Audiovisual no Teatro é o termo criado pelo Grupo Carmin para definir a utilização da linguagem cinematográfica dentro da dramaturgia original de seus espetáculos.

 

 

A pesquisa entre as duas artes desenvolvida ao longo dos anos nas peças "Jacy" (2013), "Por Que Paris?" (2015) e "A Invenção do Nordeste" (2017) será demonstrada de forma teórica e prática a partir, tanto da conceituação das funções narrativas do audiovisual em cena, quanto das técnicas desenvolvidas nas montagens das obras.

 

 

O curso vai abordar situações dramáticas que podem ser potencializadas ou enfraquecidas quando se usa projeção no palco e de como justificá-la na dramaturgia para que o diálogo entre os departamentos criativos e técnicos tenha coerência.

 

 

A partir de noções de direção de fotografia, como luz e enquadramento, será abordado como o cinema pode dialogar e contribuir nas artes cênicas. O objetivo é relatar os erros, acertos e reflexões realizadas nos processos do Carmin acerca desse dispositivo, além analisar o resultado final destes e de outros espetáculos que utilizam audiovisual.

 

 

Como consequência da atividade, serão realizadas cenas que experimentem com equipamentos de câmera, som e projeção os princípios estudados no curso tendo o gênero de teatro documental como base. Também será possível prestar consultoria para espetáculos em fase de pesquisa ou montagem, de qualquer arte cênica, que desejem conhecer e utilizar dramaturgia audiovisual.

 

 

O curso ficará a cargo do cineasta Pedro Fiuza e do roteirista e ator Mateus Cardoso, que integram o Grupo Carmin e participaram da criação dos espetáculos abordados.

 

 

 

 

 

SERVIÇO

 

 

CURSO: Dramaturgia Audiovisual no Cinema

 

DIAS: 11, 13 e 15 de junho

 

LOCAL: Casa da Ribeira [Salão Multiuso]

 

HORÁRIO: TERÇA E QUINTA: 19:00-22:00 e

 

SÁBADO: 14:00-18:00

 

CARGA HORÁRIA: 10h

 

INVESTIMENTO: R$ 100,00 até 31.MAIO

 

R$ 120,00 a partir de 01.JUNHO

 

INSCRIÇÕES: https://www.sympla.com.br/casadaribeira

 

WHATSAPP: 987040265

 

 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
30 de maio de 2019, às 02h05min
 
ELES NÃO USAM TÊNIS NAIQUE é a produção mais recente da CIA MARGINAL, grupo de teatro carioca com treze anos de pesquisa continuada. Com direção de Isabel Penoni, o espetáculo tem como dispositivo dramatúrgico um conflito geracional entre um pai e uma filha que se reencontram depois de muito tempo. Ele foi traficante nos anos 1980, quando o comércio ilegal de drogas em favelas do Rio de Janeiro ainda mantinha um vínculo moral com a comunidade; ela é uma jovem traficante nos dias atuais. O espetáculo gravita entre questões ideológicas dos personagens, revelando o impasse que vivem os moradores de favela entre ficar ou sair de um território que ao mesmo tempo os acolhe e os oprime.

 

 

Com cinco atores em cena, que se alternam nos dois papéis, ora defendendo a posição da filha, ora a posição do pai, a encenação deEles não usam tênis naiqueexplora a complexidade do tema do tráfico, encarando-o de diferentes perspectivas, do seu aspecto mais brutal à sua dimensão afetiva. Nesse jogo cênico, em que nenhuma posição é fixa, os atores ainda encontram espaço para debater a questão de sua própria perspectiva, expondo, através de intervenções autobiográficas que perfuram a trama fictícia, a maneira particular como o tráfico atravessa suas vidas.

 

 

Com direção musical de Thomas Harres e a presença do músico Rodrigo Maré Souza em cena, o espetáculo conta com uma trilha sonora eletroacústica que explora a musicalidade da periferia e impõe forte pulsação à cena. O cenário é do artista plástico Guga Ferraz, o figurino de Raquel Theo e o desenho de luz de Pedro Struchiner.

 

 

Eles Não Usam Tênis Naique estreou em agosto de 2015, no teatroGlauce Rocha (Rio de Janeiro). Em 2016, participou da Mostra Principal do Festival de Curitiba e, no ano seguinte, foi apresentado em teatros do Porto e de Lisboa, em Portugal. Indicado ao Prêmio Questão de Crítica 2015 nas categorias DIREÇÃO e ELENCO, circulou ainda por 34 cidades em todo o Brasil ao longo de 2018 pelo projeto Palco Giratório do SESC.E entre maio e junho de 2019, através da parceria com o Programa Petrobras Distribuidora de Cultura, o espetáculo será apresentado em três cidades do Nordeste do Brasil onde permanece inédito: Nova Olinda (CE), Natal (RN) e Recife (PE). O Programa é uma seleção pública que tem como objetivo contemplar projetos de circulação de espetáculos teatrais não inéditos em parceria com o Governo Federal. No último edital foram investidos R$ 15 milhões e selecionados 57 espetáculos, representantes de todas as regiões do país, com apresentações em todos os estados.

 

 

 

A CIA MARGINAL

 

 

A CIA MARGINAL nasceu em 2005, no complexo de favelas da Maré, de um encontro entre artistas de diferentes origens, formações e experiências, que descobriram no teatro e no fazer coletivo a sua forma mais potente de atuação no mundo. Ao longo de suatrajetória, o grupo manteve um núcleo estável de artistas, consolidou uma equipe de colaboradores e produziu quatro espetáculos –Qual é a nossa cara?(2007), Ô, Lili(2011), In_Trânsito(2013)e Eles não usam tênis naique(2015).O trabalho da Cia Marginal é hoje uma das principais referências do teatro contemporâneo do Rio, tendo recebido em 2014uma moção de louvor da Câmara Municipal do Rio de Janeiro por “representar o engajamento do teatro nos dias atuais”. A CIA MARGINAL é formada pelos atores Geandra Nobre, Jaqueline Andrade, Phellipe Azevedo, Priscilla Monteiro, Rodrigo Maré Souza e Wallace Lino; pela produtora Mariluci Nascimento; e pela diretora Isabel Penoni.

 

 

 

AGENDA:

 

 

Eles Não Usam Tênis Naique

 

De 30 de Maio a 2 de Junho às 20h

 

Casa da Ribeira: Rua Frei Miguelinho, 52

 

Ingressos serão distribuídos a partir das 19h dos dias dos espetáculos (Ingressos gratuitos)

 

Informações: 3211-7710 / 987346660

 

Classificação Etária: 14 anos

 

 
(0) Comentário(s)
 
19 de maio de 2019, às 14h59min
 
Depois de uma acalorada temporada no sul do país, o Grupo Carmin retorna a Natal com o espetáculo “A Invenção do Nordeste”, nos dias 25 e 26 de maio, na Casa da Ribeira. Serão quatro apresentações, em duas sessões por dia (18h e 20h30). Essas são as últimas apresentações da peça do semestre. As vendas estão abertas no sitewww.sympla.com.br/teatrocarmine mais informações pelo 84 98734 6660.

 

A peça do Grupo Carmin é inspirada no livro "A Invenção do Nordeste e Outras Artes" do Prof. Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr. Na história, um diretor é contratado por uma grande produtora para realizar a missão de selecionar um ator nordestino que possa interpretar com maestria um personagem nordestino. Depois de vários testes e entrevistas, dois atores vão para a final e o diretor tem sete semanas para deixá-los prontos para o último teste. Durante as 7 semanas de preparação, os atores refletem sobre sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples.

 

Premiação

 

O Carmin, que vem circulando o país, foi o primeiro grupo do Nordeste do Brasil a ganhar o prêmio Cesgranrio de melhor espetáculo. Ganharam também o prêmio Shell e Botequim Cultural de melhor dramaturgia e no Prêmio Humor trouxeram para Natal os prêmios de Melhor espetáculo, Melhor Direção e Melhor Dramaturgia. “As questões que estamos levantando em A Invenção do Nordeste são urgentes e precisam ecoar”, disse Quitéria Kelly, diretora da peça.

 

Ficha Técnica

 

“A Invenção do Nordeste” é uma obra de auto-ficção do Grupo Carmin, baseada no livro homônimo do Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr., Dirigida por Quitéria Kelly, com dramaturgia de Henrique Fontes e Pablo Capistrano. Elenco: Henrique Fontes, Mateus Cardoso e Robson Medeiros. Cenografia de Mathieu Duvignaud, Dramaturgia audiovisual e iluminação Pedro Fiuza; trilha original: Gabriel Souto e Toni Gregório. Produção: Mariana Hardi e Quitéria Kelly.

 

Serviço

 

“A Invenção do Nordeste”

 

Local: Casa da Ribeira

 

Data: 25 e 26 de maio

 

Horário: 18h e 20h

 

Vendas:www.sympla.com.br/teatrocarmin

 

Informações: 84 98734 6660

 

 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
19 de maio de 2019, às 14h51min
 
Dramaturgia Audiovisual no Teatroé o termo criado pelo Grupo Carmin para definir a utilização da linguagem cinematográfica dentro da dramaturgia original de seus espetáculos.

A pesquisa entre as duas artes desenvolvida ao longo dos anos nas peças "Jacy" (2013), "Por Que Paris?" (2015) e "A Invenção do Nordeste" (2017) será demonstrada de forma teórica e prática a partir, tanto da conceituação das funções narrativas do audiovisual em cena, quanto das técnicas desenvolvidas nas montagens das obras.

O curso vai abordar situações dramáticas que podem ser potencializadas ou enfraquecidas quando se usa projeção no palco e de como justificá-la na dramaturgia para que o diálogo entre os departamentos criativos e técnicos tenha coerência.

A partir de noções de direção de fotografia, como luz e enquadramento, será abordado como o cinema pode dialogar e contribuir nas artes cênicas. O objetivo é relatar os erros, acertos e reflexões realizadas nos processos do Carmin acerca desse dispositivo, além analisar o resultado final destes e de outros espetáculos que utilizam audiovisual.

Como consequência da atividade, serão realizadas cenas que experimentem com equipamentos de câmera, som e projeção os princípios estudados no curso tendo o gênero de teatro documental como base. Também será possível prestar consultoria para espetáculos em fase de pesquisa ou montagem, de qualquer arte cênica, que desejem conhecer e utilizar dramaturgia audiovisual.

O curso ficará a cargo do cineasta Pedro Fiuza e do roteirista e ator Mateus Cardoso, que integram o Grupo Carmin e participaram da criação dos espetáculos abordados. SERVIÇO

 

DIAS: 11, 13 e 15 de junho

LOCAL: Casa da Ribeira [Salão Multiuso]

HORÁRIO: TERÇA E QUINTA: 19:00-22:00 e

SÁBADO: 14:00-18:00

CARGA HORÁRIA: 10h

INSCRIÇÃO: R$ 100,00 até 31.MAIO

R$ 120,00 a partir de 01.JUNHO

WHATSAPP: 987040265

 

 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
21 de abril de 2019, às 11h30min
 

"Vento Forte Para Água e Sabão" -  musical infanto-juvenil sobre um encontro inusitado, na Casa da Ribeira.

Cia Fiandeiros de Recife/PE apresenta pela primeira vez em Natal nos dias 04 e 05.05.19 às 16h.


O musical "Vento Forte Para Água e Sabão" , da Cia Fiandeiros de Recife, traz para o palco da Casa da Ribeira, nos próximos dias 04 e 05 de maio (16h), a beleza do encontro do vento com uma bolha de sabão. Um encontro aparentemente impossível, como muitos dos encontros reais, mas cheio de poesia e criatividade.

O texto narra a história de amizade entre uma bolha de sabão chamada Bolonhesa e Arlindo, uma rajada de vento. Sabendo dos riscos que corre por ser uma bolha, Bolonhesa já havia decidido ficar parada no seu cantinho, com medo de se arriscar a conhecer o mundo. Até se encontrar com Arlindo que, com muita diversão e cumplicidade, ajuda a bolhinha a viver uma divertida aventura, descobrindo as coisas lindas espalhadas pelo mundo e dando sentido a sua existência.

O espetáculo, que chega a Natal graças ao Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2017/2018, estreou em 2016 e já cumpriu quatro temporadas na cidade do Recife com bastante sucesso. Participou de importantes festivais de Pernambuco tais como: Trema! ; Festival Recife do Teatro Nacional, Festival de Inverno de Garanhuns, Feteag, Festa do Estudante de Triunfo - PE e Festival Janeiro de Grandes Espetáculos, este último recebendo 09 prêmios na categoria Teatro Para Infância e Juventude, entre eles o de melhor espetáculo, direção e texto.

A peça é um musical cantado e tocado ao vivo pelos atores e traz a personagem da Bolha de Sabão (Bolonhesa) como uma bailarina clássica e do vento (Arlindo) como um Caboclo de Lança, apostando nas relações aparentemente antagônicas, para criar um só universo de comunhão de encontros inusitados e da efemeridade da vida com poesia e delicadeza.

Serviço:

O que? Vento Forte Para Água e Sabão - Cia Fiandeiros (Recife/PE)

Quando? Dias 04 e 05 de Maio de 2019, às 16h.

Onde? Casa da Ribeira (Rua Frei Miguelinho, 52, Ribeira)

Quanto? R$20,00 (inteira) e R$10,00(meia) - Ingresso subsidiado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2017/2018

Vendas online: https://www.sympla.com.br/vento-forte-para-agua-e-sabao---cia-fiandeiros__506103

 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
20 de abril de 2019, às 14h35min
 

ABREMAIO #Feriado #Festa #Yayá* #LeituraDramática #CaixaTempoRealTime


Dia 01 de Maio de 2019 a Casa da Ribeira, para marcar o dia do trabalhador, promove o evento ABREMAIO, uma tarde/noite de teatro (através de leituras dramáticas do laboratório de criação #CurtoTeatro); de festa (com a galera da festa Yayá*, tocando um repertório de músicas brasileiras dançantes); da entrega do cartão e das camisetas para os amigos do Clube Amigo da Casa e da abertura da caixa Tempo Real Time, peça realizada no Festival FICA Natal 2018, onde cada pessoa da plateia escreveu uma carta para si e a encapsulou nessa caixa por 1 ano. 

O evento começa às 17h e segue o seguinte roteiro:
17h - Café aberto com comida, bebida e setlist esquenta Yayá
17h30 - Leitura Dramática
18h30 - Entrega do Cartão Amigo da Casa + Camiseta e abertura da Caixa Tempo Real Time
19h - 21h - Festa Yayá
Serviço:
O quê? ABREMAIO 
Quando? 01/05/19 (dia do trabalhador) das 17h às 21h
Quanto? R$18,00 (inteira) , gratuito para o Amigo da Casa.
Vendas online: sympla.com.br/casadaribeira
Informações: 3211.7710 ou Whatsap: 98704-0265 (das 13h30 às 17h30)

*Yayá é uma festa enraizada na música brasileira, em flerte com sons e ritmos de toda parte,

intensamente focada na descoberta do futuro e redescoberta do passado.

Festa é um ato de resistência!

Playlist Yayá --->>> https://open.spotify.com/playlist/7cMnoTEEJZazQxZzx96E8m



 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
09 de abril de 2019, às 22h34min
 
Quer fazer teatro? A Casa da Ribeira abriu inscrições para o Curso de Teatro intensivo com ator, diretor e dramaturgo Henrique Fontes, vencedor do Prêmio Shell 2019. O curso começa próxima quarta, 17 de abril as 19h. As inscrições podem ser feitas no site: https://www.sympla.com.br/casadaribeira ou pelo WhatsApp: 987040265 Valor promocional com desconto até esta Quarta.10.abril! Vagas limitadas!

 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
01 de abril de 2019, às 21h51min
 
Sábado (06) e Domingo (07)

 

Tem o retorno a Natal do premiado espetáculo “A invenção do Nordeste” do Grupo Carmin, com sessões em dose dupla: as 18h e 20h30.

 

 

Sinopse: Um diretor é contratado por uma grande produtora para realizar a missão de selecionar um ator nordestino que possa interpretar com maestria um personagem nordestino. Depois de vários testes e entrevistas, dois atores vão para a final e o diretor tem sete semanas para deixá-los prontos para o último teste. Durante as 7 semanas de preparação, os atores refletem sobre sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples.

 

 

Entrada: R$ 40 (Inteira) R$ 20 (Meia e Cartão Amigo da Casa)

 

Vendas: www.sympla.com.br/teatrocarmin

 

 

Sábado (13) e Domingo (14)

 

O espetáculo infantil “Sr. Ventilador” do Grupo Bagaceira do Ceará tem sessões as 17h no sábado e as 16h no domingo.

 

 

Entrada: R$ 30 (Inteira) R$ 15 (Meia e Cartão Amigo da Casa)

 

 

Sábado (13)

 

As 20h acontece o show musical “Yrahn Barreto canta Sérgio Sampaio” um tributo a um dos mais revolucionários cantores e compositores brasileiros e ainda pouco lembrado.

 

 

Entrada: R$ 20 (Inteira) R$ 10 (Meia e Cartão Amigo da Casa)

 

 

Quarta (17)

 

Começa o minicurso intensivo #CurtoTeatro, Laboratório de Criação Teatral com Henrique Fontes reativando o educativo da Casa. Com o Cartão Amigo da Casa você tem 10% de desconto no curso.

 

 

Vendas: www.sympla.com/casadaribeira

 

WhatsApp: 84 98704 0265

 

Casa da Ribeira | Rua Frei Miguelinho, 52 – Ribeira, Natal/RN (14h às 17h)

 

 

Conheça os detalhes da programação em nosso site: casadaribeira.com.br. E pelo nosso WhatsApp: 987040265

 

 

A Programação da Casa da Ribeira tem como parceiros:

 

MOBISTER, FM UNIVERSÍTÁRIA 88,9 e a CARTAPOTIGUAR
 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
01 de abril de 2019, às 00h00min
 
Vencedora de 2019 dos prêmios Cesgranrio de melhor espetáculo, Botequim Cultural de melhor Autor, Shell de melhor Dramaturgia e ainda, melhor direção, texto e espetáculo do prêmio do Humor RJ, a peça "A Invenção do Nordeste" está de volta a Natal, nos dias 06 e 07 de abril, na Casa da Ribeira. Com sessão extra todo dia. Às 18h e 20h30 nos dois dias.

A peça  é inspirada no livro “A Invenção do Nordeste e outras Artes”, do historiador Durval Muniz de Albuquerque Jr. O espetáculo traça a trajetória hilária e por vezes conflitante da história recente do estabelecimento da região Nordeste. Essa unidade sociopolítica e cultural com todas as suas individualidades e também todos os estereótipos alimentados por décadas pela literatura, cinema, música e artes visuais brasileiras.

Serviço
A Invenção do Nordeste
06 e 07 de abril | 18h e 20h30
Casa da Ribeira
Vendas: www.sympla.com.br/teatrocarmin
 
(0) Comentário(s)
 
Cultura
26 de março de 2019, às 18h51min
 

2ª edição do Palco Giratório Sesc tem estreia nacional na Casa da Ribeira

Nessa sexta-feira (29), o monólogo "Traga-me a cabeça de Lima Barreto" abre o projeto.


A Casa da Ribeira receberá nos dias 29, 30 e 31 de março o Palco Giratório do Sesc. O projeto que tem como objetivo difundir as artes cênicas brasileiras e democratizar o acesso à cultura, terá seu pontapé inicial no Rio Grande do Norte pela primeira vez. Serão 3 espetáculos e o acesso é totalmente gratuito, com retirada dos ingressos 1 hora antes de cada peça.

Para Henrique Fontes, diretor da Casa da Ribeira, a escolha de Natal para abrir o projeto é de grande importância para a inserção do RN no cenário nacional. "Somos um estado que desde 2015 vem ininterruptamente classificando grupos de teatro e dança para esse que é o maior projeto de circulação de artes cênicas da América Latina", afirma. Ele ainda destaca que programadores culturais de todos os SESCs do país estarão no lançamento. "É uma visibilidade enorme para os grupos locais que poderão apresentar seus trabalhos e trocar ideias com os (as) programadores".

O produtor, diretor e agitador cultural Hilton Cobra abrirá o projeto e brinda a capital potiguar com o espetáculo: "Traga-me a cabeça de Lima Barreto", na sexta-feira (29), às 19h. A peça é inspirada principalmente em dois títulos de Lima, Diário Íntimo e Cemitério dos Vivos, ambos publicados postumamente. É nesse momento, após a morte do autor, que o monólogo se desenvolve, quando eugenistas da época exigem a exumação do corpo de Lima.

No sábado (30), às 20h, o Palco Giratório traz para a Casa da Ribeira a performance em dança de Ana Claudia Viana "Pelo Pescoço". É um experimento que desdobra a obra plástica de mesmo nome, que tem como protagonista um personagem antropozoomórfico - cabeça de girafa e corpo de mulher, do artista visual Daniel Torres. O título se refere a dois crimes que ocorreram no estado em menos de 24 horas e foram noticiados juntos em março de 2016. Duas mulheres mortas pelo pescoço: Síntia Nádia, de 25 anos, foi asfixiada em São Gonçalo do Amarante, e Jacilene Francisca, 31 anos, atingida por um tiro em Natal.

O espetáculo "A dança que ninguém quer ver", da companhia Giradança, encerra a passagem do projeto por Natal, no domingo (31), às 18h. A companhia apresenta um trabalho de cunho processual e colaborativo, repleto de tensões e estrutura situacionais abertas à improvisação, que potencializam a fricção entre as particularidades dos seres dançantes no instante do acontecimento dança.

Palco Giratório SESC

O Palco Giratório, reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas, intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros, em todos os estados brasileiros, nas capitais e no interior, desde 1998. Muitos desses espetáculos dificilmente encontrariam, sem o apoio do Sesc, viabilidade comercial para apresentações nas diversas regiões do país.

 

SERVIÇO

Palco Giratório SESC | Casa da Ribeira

Traga-me a cabeça de Lima Barreto

Sexta (29) às 19h.

 

Pelo Pescoço

Sábado (30) às 20h.


A dança que ninguém quer ver

Domingo (31) às 18h

 

Entrada gratuita com retirada dos ingressos 1 hora antes na bilheteria da Casa.


 
(0) Comentário(s)
 
Cultura
04 de março de 2019, às 21h53min
 

Sarau Insurgências Poéticas celebra 3 anos na Casa da Ribeira

Três anos, mais de 200 edições realizadas e trocas artísticas  com pelo menos 300 artistas do Rio Grande do Norte, do país e do mundo; lançamento de 3 livros com selo que leva o nome do projeto, atividades educativas em escolas, universidades. Apresentações, temporadas apresentadas em teatros, bares e espaços alternativos de Natal, chegando ao Centro Cultural Banco do Nordeste, no Ceará. O saldo do Sarau Insurgências Poéticas rima, sobretudo, com resistência.

E no dia nacional da poesia, o grupo realiza uma edição especial e comemorativa pelos 3 anos do resistência nesta quinta-feira  (14), a partir das 19 horas, na Casa da Ribeira (R. Frei Miguelinho, 52 - Ribeira). A entrada é colaborativa e revertida para o projeto.

Entre os inúmeros temas abordados pelo sarau, o grupo escolheu o especial Mar Íntimo fazendo um passeio intimista pelo mar trazido nos versos autorais, além de passear pelas obras de Zila Mamede, Jean Sartief, Ada Lima, Marize Castro, Iracema Macedo. Ainda abordam temas urgentes como amor e resistência.

Os anfitriões da noite: Marina Rabelo, Michelle Ferret, Renata Mar e Thiago Medeiros, o músico Felipe Nunes e a bailarina Rozeane Oliveira, além de convidados especiais do grupo.

A noite ainda conta com lançamentos de livros e da terceira edição da coleção Insurgências Poéticas - Estúdio Carlota com poesia potiguar estampada em camisetas, canecas e outros artefatos.

Serviço:

Sarau Insurgências Poéticas - Edição Mar Íntimo e Lançamento Projeto Amigos da Casa/Comemoração Aniversário Casa da Ribeira 18 anos

Data: 14.03.19
Horário: 19h -
Valor do Ingresso: Entrada colaborativa
Duração: 2h.
Classificação: Livre

Produção: Thiago Medeiros - 98627-0893

 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
04 de março de 2019, às 21h47min
 
'Guerra, Formigas e Palhaços' na Casa da Ribeira

Comemorando uma década de história, o Grupo Estação de Teatro convida a todos para a celebração desta data com apresentações únicas na Casa da Ribeira e lançamento da segunda edição do livro com a dramaturgia do espetáculo.

Com texto de César Ferrario e direção de Rogerio Ferraz, a peça conta a história de dois militares, últimos remanescentes de um batalhão de combate, que se encontram perdidos em uma guerra. Ao tenente e ao soldado cabe agora a tarefa de defenderem o pequeno território ainda não tomado pelas forças inimigas. Porém, quando todas as saídas parecem se fechar, um fato inusitado acontece: os dois homens finalmente se deparam, diante daquele que pode carregar o último fio de esperança: um palhaço.


SOBRE O GRUPO

O Grupo Estação de Teatro surgiu em 2009, na cidade de Natal/RN, formado pelos atores Rogério Ferraz, Nara Kelly, Caio Padilha e Manu Azevedo. Comprometidos com a qualidade artística e o respeito ao público, iniciaram uma pesquisa em contação de histórias, que resultou em dois espetáculos infantis, intitulados "Em Cada Canto Um Conto" e "Estação dos Contos". Em 2013, o grupo monta o espetáculo "Guerra, Formigas e Palhaços", dessa vez voltado para o público adulto. Estão também no repertório o infantil "Um Sonho de Rabeca no Reino da Bicharada" e o espetáculo para rua "Quintal de Luís". E atualmente está em processo de montagem do novo espetáculo intitulado "O Pugilista".

SERVIÇO:

Apresentações do espetáculo "Guerra, Formigas e Palhaços*", dias 09 e 10 de março, ambas às 19h, na Casa da Ribeira (R. Frei Miguelinho, 52 - Ribeira, Natal - RN, 59012-050).

*O espetáculo tem classificação indicativa de 12 anos.

Vendas antecipadas pelo Sympla ou na bilheteria da Casa da Ribeira - (84) 3211-7710:
R$ 30,00 (inteira)
R$ 15,00 (meia)

Na hora:
R$ 40,00 (inteira)
R$ 20,00 (meia)

CONTATO

(84) 9 9100-5352 - Arlindo Bezerra

(84) 9 9941-4184 - João Paulo Isnard

grupoestacaodeteatro@gmail.com


FICHA TÉCNICA

Direção: Rogério Ferraz

Elenco: Caio Padilha, Davidson Lacerda, Ênio Cavalcante e Rogério Ferraz

Dramaturgia: César Ferrario

Produção: Arlindo Bezerra

Operação de luz: Manu Azevedo

Operação de som: Sandro Paixão

Trilha Sonora: Caio Padilha e Willames Costa

Figurino e adereços: Irapuan Júnior

Cenário: Rogério Ferraz e Irapuan Júnior

Assistente de direção e preparadora corporal: Carla Martins

Iluminação: Ronaldo Costa

Mídias sociais: João Paulo Isnard

Designer gráfico: Rodrigo Palmares

Fotos: Brunno Martins
 
(0) Comentário(s)
 
Teatro
19 de fevereiro de 2019, às 22h19min
 

"A Invenção do Nordeste" volta a Natal após prêmio Cesgranrio

Peça do Grupo Carmin será apresentada dias 23 e 24.02 na Casa da Ribeira

 

Peça do Grupo Carmin inspirada no livro "A Invenção do Nordeste e Outras Artes" do Prof. Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr. faz três únicas apresentações na Casa da Ribeira dias 23 e 24/02/19 (dia 23/02 às 20h e dia 24/02 às 18h e 20h). As apresentações acontecem depois da premiação como "Melhor Espetáculo de 2018" pelo prêmio Cesgranrio recebido no último dia 21 de janeiro.

O Grupo, que no início de fevereiro circula pelo interior de São Paulo (Birigui, São José do Rio Preto e Presidente Prudente) foi o primeiro grupo do Nordeste do Brasil a ganhar o prêmio Cesgranrio.

"Receber o prêmio em meio a espetáculos tão fortes como "Elza-o musical", que também concorria na mesma categoria, é uma prova de que as questões que estamos levantando em "A Invenção do Nordeste" são urgentes e precisam ecoar." Disse Quitéria Kelly, diretora da peça.

 

A Montagem:

Motivada por uma série de reações xenófobas contra os nordestinos, durante as eleições presidenciais de 2014, a atriz Quitéria Kelly do Grupo Carmin entrou em contato com a obra do Professor Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr, que escreveu o livro: "A Invenção do Nordeste e Outras Artes". Quitéria então compartilhou com os demais integrantes do Grupo, o seu desejo de criar uma peça que contribuísse para a desconstrução da imagem estereotipada do Nordeste e do(a) nordestino(a). Seria seu primeiro trabalho como diretora.

Durante 2 anos de pesquisa, o Grupo Carmin mergulhou nos questionamentos dos mecanismos estéticos, históricos e culturais que contribuíram para a formação de uma visão do nordeste brasileiro como um espaço idealizado, deslocado do processo histórico e imune ao impacto das grandes transformações sociais.

A partir daí, os dramaturgos Pablo Capistrano e Henrique Fontes escreveram uma autoficção onde um diretor é contratado por uma grande produtora para preparar dois atores norte-riograndenses, que disputam o papel de um personagem nordestino. Durante o tempo da preparação, a identidade nordestina entra em cheque. Afinal, existiria apenas uma identidade nordestina?

A peça "A Invenção do Nordeste" propõe desenhar a trajetória hilária e por vezes conflitante da história recente do estabelecimento da região nordeste. Essa unidade sociopolítica e cultural com todas as suas individualidades e também todos os estereótipos alimentados por décadas pela literatura, cinema, música e artes visuais brasileiras.

 

Sinopse:

Um diretor é contratado por uma grande produtora para realizar a missão de selecionar um ator nordestino que possa interpretar com maestria um personagem nordestino. Depois de vários testes e entrevistas, dois atores vão para a final e o diretor tem sete semanas para deixá-los prontos para o último teste. Durante as 7 semanas de preparação, os atores refletem sobre sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples.

 

Ficha Técnica:

"A Invenção do Nordeste" é uma obra de auto-ficção do Grupo Carmin, baseada no livro homônimo do Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr., Dirigida por Quitéria Kelly, com dramaturgia de Henrique Fontes e Pablo Capistrano. Elenco: Henrique Fontes, Mateus Cardoso e Robson Medeiros. Cenografia de Mathieu Duvignaud, Dramaturgia audiovisual e iluminação Pedro Fiuza; trilha original: Gabriel Souto e Toni Gregório. Produção: Mariana Hardi e Quitéria Kelly.

 

Serviço:

"A Invenção do Nordeste" 

Local: Casa da Ribeira  

Dias: 23/02 às 20h |  24/02 às 18h e às 20h.

Ingressos: Inteira: R$ 40,00 | R$ 20,00 (meia entrada de acordo com a lei nº 12.933, de 26 de dezembro de 2013.)

Para reserva de cadeiras - 3211-7710

Mais informações: 84. 987346660

 
(0) Comentário(s)
 
Cultura
02 de fevereiro de 2019, às 14h08min
 

        

Casa da Ribeira faz pré-carnaval lado B para crianças e adultos dia 23/02.


Há um mês de completar sua maioridade, a Casa da Ribeira, no dia 23/02, lança mais uma novidade, na verdade duas: dois bailes de pré-carnaval junto com a pré-venda da sociedade de amigos da Casa.


"18 anos é uma idade para encarar a vida com ousadia (rsrs). Por isso que, pela primeira vez, a Casa da Ribeira vai promover um baile pré-carnavalesco para crianças acompanhadas dos pais e, no mesmo dia, à noite, um baile para adultos." Disse Henrique Fontes, diretor artístico da Casa da Ribeira.


O primeiro baile acontece das 15h às 18h, do dia 23/02 e foi batizado de "Baile da Baleia Bailarina", título de uma das músicas da cantora e compositora Jamilly Mendonça que apresentará seu show "Jamilly e a Caixinha de Música", numa versão carnavalesca. Na ocasião a dupla de atores João Victor Miranda e Thauany Thabata conduzirão as brincadeiras e um desfile de fantasias com as crianças e seus responsáveis.


Na mesma noite do dia 23/02, após a apresentação da peça "A Invenção do Nordeste" no teatro da Casa (eita, que vai ser um dia movimentado!), às 21h começa o "Baile do Barreto", com Yrahn Barreto e banda que. além suas músicas autorais, como o hit "Transforme-se" que ganhou o Festival Dosinho de Marchinhas Carnavalescas 2018, atacará também de Jorge Ben, Sérgio Sampaio com seu "bloco na rua", entre outros.


Um destaque ainda para este mês em que a Casa se prepara para atingir a sua maioridade é a retomada de um projeto de forte adesão nos primeiros anos de sua existência, mas agora numa nova versão. Trata-se do "Cartão Amigo da Casa". Uma sociedade de amigos pessoa física e jurídica que, pela simples adesão e compra do cartão de vantagens, mantém a Casa aberta e com programação mensal.


"Além de ter 50% de desconto em todos os eventos, o amigo da Casa tem algumas exclusividades como o direito de reservar ingressos para qualquer evento, sorteio de ingressos mensais, descontos no café da Casa, em festas e cursos que iremos promover ao longo de 2019. Inclusive os primeiros que aderirem pagarão meia entrada para os Bailes pre-carnavalescos da Casa e ainda ganham uma camiseta." Disse Henrique Fontes.


A Sociedade de amigos da Casa é uma forma que a direção da ONG Casa da Ribeira encontrou de manter-se aberta em 2019, uma vez que não conta com nenhum patrocínio público ou privado. A Casa já tem programação fechada até junho e todos os meses os amigos da Casa poderão se beneficiar com descontos e sorteios.


No Baile da Baleia Bailarina a Petit Poti estará vendendo suas comidas saudáveis e saborosas para crianças de todas as idades. Também haverá exposição e venda de fantasias de carnaval em ambos os bailes.

Quem é JAMILLY MENDONÇA?
Jamilly Mendonça iniciou seus caminhos musicais aos 14 anos quando ganhou um teclado do seu pai. Com 16 anos já estava cantando e tocando com seus amigos da escola na sua primeira banda de pop rock, subindo nos palcos das festas de escolas na cidade de Santa Cruz/RN. Em 2010, começa a cantar profissionalmente em bandas baile em Natal, formando no ano seguinte sua Orquestra Baile H2A. 
O universo infantil é outra paixão da cantora que idealizou a Banda H2A Kids e depois passou a levar seu nome "Jamilly e a Caixinha de Música" com o intuito de reverberar e fortalecer a cultura das brincadeiras de roda e das canções do imaginário lúdico infantil. Com este projeto infantil Jamilly Mendonça já cantou na Reabertura da Cidade da Criança, no Dia da Criança do SESC Ponta Negra, No Carnaval do SESC Zona Norte. Recentemente ela se apresentou no Palco da Árvore de Mirassol,no encerramento das festividades, em 06 de janeiro 2019 .
Atualmente Jamilly faz parte do time de Artistas que cantam para salvar as tartarugas marinhas juntamente com Yrahn Barreto, Sérgio Groove, Lenine, Xangai, Saulo, Ricardo Chaves, através do movimento tamarear do Projeto Tamar. 
Serviço:

BAILE DA BALEIA BAILARINA

23 de janeiro das 15h às 18h.

Ingressos Limitados:

Primeiro Lote (até 10/02) :R$ 18,00 (promocional) e R$ 30,00 (casadinha)

Segundo Lote (de 11 a 23/02): R$ 25,00 (promocional) e R$ 40,00 (casadinha)

Na porta (sujeito à lotação): R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia)

Classificação LIVRE

VENDA ANTECIPADA: https://www.sympla.com.br/casadaribeira

Bilheteria aberta de Segunda à Sexta das 14h às 17h30 (3211-7710).


Quem é YRAHN BARRETO?

Yrahn Barreto começou a tocar profissionalmente com apenas 12 anos de idade, nos idos dos anos 90, em várias "bandas-baile", ganhando experiência em vários estilos musicais durante a sua trajetória. Formado em Harmonia Funcional e Improvisação pela FUNPEC/UFRN, participou de vários festivais de musica como: OI Blue Night (abrindo os shows do cantor e compositor Cláudio Zoli pelo Nordeste), Festival de Música dos Correios, Festival MPBeco, Festival das Rádios Públicas do Brasil (ARPUB), foi finalista do Concurso de Música da Cidade de Natal 2018 e do Forraço 2018, I Festival Forró de Verdade com o forró "Vim te Ver", segundo lugar, foi agraciado com Prêmio Deusa do Forró no Cine Teatro de Parnamirim na categoria Melhor Compositor em 2018, Festival Dosinho de Marchinhas Carnavalescas 2018 levando o Prêmio de melhor interprete do carnaval de Natal e a Marchinha "Transforme-se" (Yrahn Barreto/ Jamilly Mendonça) sendo a grande vencedora da noite. 
Yrahn foi indicado ao prêmio Hangar de música em 2004 como "artista revelação do ano", em 2014 "melhor compositor do ano". Em 2015 levou o prêmio Hangar de Música "Melhor música do Ano", 2016 "Melhor compositor do ano" e em 2018 "Melhor intérprete e Melhor compositor do ano".  Atualmente está indicado a melhor "Cantor do Ano de 2018" pelo Trofeú Cultura. 
     Ao longo da sua carreira, Yrahn Barreto vem intensificando o seu trabalho autoral. Participou do Projeto Seis e Meia, Projeto COSERN Musical, Domingo na Praça,  CIENTEC 2015 e 2016, Festival Gastronômico de Natal, Circuito Ribeira 2018, Festival de Música Natal em Natal, as prévias carnavalescas itinerantes do Baile do Barreto, Carnaval Multicultural de Natal - 2014, 2016, 2017, 2018  Carnaval de Santa Cruz, Carnaval de Parnamirim, Show do Reveillon da Cidade de Natal 2016/2017. Yrahn Barreto já lançou três CDS autorais: Geração (2014); "Ao Gosto dos Anjos"(2015) e "Eu e A Máquina"(2018).
Yrahn Barreto também ficou conhecido nacionalmente por realizar todo ano, no mês de abril o seu tributo a Sergio Sampaio intitulado "Semana do Sampaio" onde toca músicas do cantor e compositor capixaba. O show já circulou além de Natal e Parnamirim, por João Pessoa (PB), e Olinda (PE). 
Para o Baile do Barreto no dia 23/02 Yrahn Barreto, além de suas composições dançantes ele tocará o próprio Sergio Sampaio, autor de entre outras pérolas, o "bloco na rua". Também atacará de Jorge Benjor, Gilberto Gil e Marchinhas tradicionais. Um show com 2 horas de músicas para dançar.

BAILE DO BARRETO

23 de janeiro das 21h à 1h da manhã

Ingressos Limitados:

Primeiro Lote (até 10/02): R$ 18,00 (promocional).

Segundo Lote (de 11 a 23/02):R$ 25,00 (promocional).

Na porta (sujeito à lotação): R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia).

Classificação: 18 anos.

VENDA ANTECIPADA: https://www.sympla.com.br/casadaribeira

Bilheteria aberta de Segunda à Sexta das 14h às 17h30 (3211-7710).



Contatos para imprensa:

Casa da Ribeira - Henrique Fontes: 84 98150-9009

Mariana Hardi: 84 98734-6660





Quem são os músicos?

 

JAMILLY MENDONÇA


Jamilly Mendonça iniciou seus caminhos musicais aos 14 anos quando ganhou um teclado do seu pai. Com 16 anos já estava cantando e tocando com seus amigos da escola na sua primeira banda de pop rock, subindo nos palcos das festas de escolas na cidade de Santa Cruz/RN. Em 2010, começa a cantar profissionalmente em bandas baile em Natal, formando no ano seguinte sua Orquestra Baile H2A.

O universo infantil é outra paixão da cantora que idealizou a Banda H2A Kids e depois passou a levar seu nome "Jamilly e a Caixinha de Música" com o intuito de reverberar e fortalecer a cultura das brincadeiras de roda e das canções do imaginário lúdico infantil. Com este projeto infantil Jamilly Mendonça já cantou na Reabertura da Cidade da Criança, no Dia da Criança do SESC Ponta Negra, No Carnaval do SESC Zona Norte. Recentemente ela se apresentou no Palco da Árvore de Mirassol,no encerramento das festividades, em 06 de janeiro 2019 .


Em seu show especial de carnaval para as crianças a cantora e compositora selecionou um repertório com destaque para a música potiguar infantil, com músicas suas em parceria com Yrahn Barreto (cantor e compositor potiguar) que assina o violão e algumas composições desse projeto. Canções como "O Baile da Baleia Bailarina" e "Ciclo da Vida", além de músicas do Balão Mágico, trem da alegria e marchinhas tradicionais de carnaval. Será um show dançante para mexer com a criançada e seus pais.


Atualmente Jamilly faz parte do time de Artistas que cantam para salvar as tartarugas marinhas juntamente com Yrahn Barreto, Sérgio Groove, Lenine, Xangai, Saulo, Ricardo Chaves, através do movimento tamarear do Projeto Tamar.


JAMILLY e a Caixinha de Música

Contato: byrahn@gmail.com

www.facebook.com/jamillymendonça

Contato shows: (84) 999866971 / (84) 99879-9008



Há quatro anos atrás Yrahn Barreto foi convidado, representando o nosso estado, para fazer parte do time de artistas, que são carinhosamente parceiros do projeto TAMAR na preservação das tartarugas. Yrahn Barreto, junto a Lenine, Xangai, Saulo Fernandes, Ricardo Chaves e outros grandes,  músicos cantaram juntos celebrando os 35 anos do Projeto TAMAR na Praia do Forte - BA no dia 9 de outubro de 2015. Além de causas ambientais, Yrahn Barreto abraça com sua música as crianças e adolescentes da ONG Humanização e Apoio ao Transplantado de Medula Óssea (HATMO-RN) sendo parceiro através de shows beneficentes.

YRAHN BARRETO
Contato: byrahn@gmail.com
www.soundcloud.com/yrahn
www.facebook.com/yranbarretooficial         Contato shows: (84) 999866971 / (84) 99879-9008

 



 
(0) Comentário(s)
 
Dança
30 de janeiro de 2019, às 19h48min
 

Giradança reestreia Proibido Elefantes em Natal (RN)


"Eis, então, uma dança contemporânea que tensiona essa relação de estranhamento do corpo e cria desenquadramentos no ser visto e ser percebido, no mover e ser movido pelo olhar. O trabalho é árduo dos corpos que dançam na cena. Mérito para os bailarinos e bailarinas criadores, que se revezam na palavra falada, nos sotaques do corpo e na ação dançada para desestabilizar a ideia de uma mensagem de dança ou lição de vida a ser passada e transmitida." Joubert Arrais para O POVO (Ceará)

 

Em 2012, após subsídio do Ministério da Cultura, a Companhia Giradança, com concepção de Clébio Oliveira, estreou seu mais premiado espetáculo, Proibido Elefantes. Desde então o grupo entrou na rota dos principais espetáculos de dança do país e recebeu diversos convites para fora, tendo se apresentado em Coimbra (Portugal) e San José (Costa Rica). Atualmente dirigida por Alexandre Américo, a reestreia do espetáculo conta com elenco composto por Álvaro Dantas, Ana Vieira, Iego José, Jania Santos, Joselma Soares e Marconi Araújo.


Com mais de 100 apresentações no currículo o espetáculo volta para única apresentação, por enquanto, de reestreia na Casa da Ribeira, no dia 02 de fevereiro, às 20h. E para o ano de 2019, que completa 14 anos de estrada a Companhia também remontará o espetáculo "Dança que ninguém quer ver", com reestreia prevista para março. 

 

Informações:

Espetáculo: Proibido Elefantes
Local: Casa da Ribeira - Rua Frei Miguelinho, 52, Natal/RN
Data: 02 de fevereiro
Horário: 20:00
Valores: R$ 15,00 e R$ 30,00 (inteira)

Ingressos:
→ Online via Sympla: https://www.sympla.com.br/proibido-elefantes-na-casa-da-ribeira__437285
→ Casa da Ribeira - aberta de seg à sexta das 14 às 17h. 
 
(0) Comentário(s)
 
« Anterior  1  2  3  4  5  6  Próximo »
CATEGORIAS
ACESSE TAMBÉM