Blog da Casa
Teatro
 
10 de setembro de 2015, às 15h32min

CENA JOVEM 2015

 COMÉDIA "MEU NOME É ZÉ" FAZ SÁTIRA COM O LADO SOMBRIO DA POLÍTICA

 

Cia Arte e Riso, de Umarizal-RN, mescla cultura popular e Bertold Brecht em novo espetáculo que marca a última estreia do projeto Cena Jovem.

 

Sessões: sábado (19) e domingo (20)  - 20h, na Casa da Ribeira.


A luta pelo poder, a corrupção e a politicagem enraizada nas entranhas das pequenas cidades brasileiras é algo digno de tragédia, mas também tem um lado pitoresco e, por que não dizer, cômico. Em novo espetáculo "Meu Nome é Zé", a Cia de Teatro Arte e Riso, de Umarizal-RN, escolheu o caminho da sátira para fazer um recorte universal do cotidiano interiorano, a partir das velhas formas de se fazer política nos rincões do País. O resultado pode ser visto a partir desta quinta (10) e sexta-feira (11), às 15h, na Casa da Ribeira, e dias 12 (sábado) e 13 (domingo), às 20h. A temporada retorna de 17 a 20 de setembro, às 20h, encerrando em novembro com as temporadas de 5 a 8 e de 12 a 15.

"Meu Nome é Zé" é um dos quatro espetáculos contemplados no projeto Cena Jovem 2015, edital patrocinado pela Petrobras e Lei Câmara Cascudo, com objetivo de fomentar a pesquisa e criação nas artes cênicas locais.

Reflexão e boas doses de humor escrachado ganham aprumo crítico no texto de Joelson de Souto e na direção do encenador Emanuel Coringa - que também atua na peça. A montagem busca, como referências estéticas, o teatro épico de Bertold de Brecht e elementos da cultura popular nordestina,e insere neste caldeirão as artes circenses, que são parte do desenvolvimento estético do grupo.

"Meu nome é Zé" relata uma história conhecida de todos os cidadãos dos mais diversos recantos do país, revelando a atemporalidade das discussões. "Tratamos de problemas antigos, porém universais", lembra o encenador. A história se passa em pleno pleito eleitoral, onde políticos lutam para chegar ao poder utilizando das mais diversas artimanhas, conchaves políticos, promessas enganosas, compra de votos, perseguições e até ações extremas, como a morte, tudo isso na busca pelo poder.

"Neste trabalho damos voz direta às figuras marginalizadas da sociedade, como o bêbado que divide a rua com os cachorros, que não apenas narra, mas analisa a partir de sua vida de embriaguez os fatos mostrados, fazendo-nos perguntar quem realmente vive embriagado e na cegueira", detalha o autor.

O espetáculo traz no elenco os atores Emanuel Coringa, Gardênia Lopes, Jardeu Amorim, Joelson de Souto, Leonardo Alves, Victor Miranda e Widenny Duarte. Também integram a equipe desta montagem os profissionais Joelson de Souto, responsável pela musicalização e também pela seleção de canções, ao lado de Junio Santos e Ray Lima. Os figurinos são de Cleydson Catarina e a iluminação de Thaennia Ferreira. A concepção cenográfica teve construção da Arte e Riso em parceria com Cleydson Catarina; e a arte cenográfica ficou a cargo de Noel Filho e Andrade, com fotografia de Ricardo Pereira.


SERVIÇO

Temporada de "Meu nome é Zé"

Espetáculo da Cia Arte e Riso,

Dias 19 e 20/09 às 20h
Ingresso: R$10,00
 

Contato para entrevistas: Emanuel Coringa 99441-5347


Assessoria de Imprensa Cena Jovem

Fato Novo Comunicação

Dionísio Outeda

99974 3839

98820 8769

 
Envie seu comentário
Seu nome:*
Seu e-mail:
Mensagem:*

Veja
também:
CATEGORIAS
ACESSE TAMBÉM